shift4.isq.pt
sim4.isq.pt shift4.isq.pt iapmei.pt

A presente ferramenta, preconizada pelo ISQ e promovida pelo IAPMEI, visa o diagnóstico da sua empresa face aos desafios da indústria 4.0Este link direciona para um documento sobre os desafios i4.0 (i4.0). O questionário da ferramenta "SHIFT to 4.0" permite perceber o seu grau de conhecimento nesta temática para podermos traçar ações que respondam às suas necessidades. Tem por intuito ser uma ferramenta de autodiagnóstico de suporte a decisões que visem a implementação de ações e a realização de investimentos no âmbito i4.0. Após submissão do inquérito receberá imediatamente um relatório de análise aos seus dados, gerado automaticamente. A metodologia de estudo (pode ler a metodologia de estudo: aqui) usada teve por base o inquérito desenvolvido pelo IW Consult da Cologne Institute for Economic Research e pela FIR da RWTH da Universidade de Aachen e adaptada à realidade portuguesa.

Página 1 de 8

QUESTÕES GERAIS RELATIVAS À SUA EMPRESA

*Obrigatório

PARA RECEBER INFORMAÇÃO OU VIR A SER CONTACTADO NA SEQUÊNCIA DESTE QUESTIONÁRIO POR FAVOR DEIXE OS SEUS CONTACTOS, O ISQ RESPEITA OS SEUS DIREITOS DE PRIVACIDADE**

Q1.1* - Selecione o âmbito em que se insere a atividade da empresa?

Q1.2* - Indique o número aproximado de trabalhadores da empresa em Portugal.

Q1.3* - Qual o valor aproximado do volume de negócios em 2018?

Q1.4* - Conhece o conceito i4.0?

Q1.5* - O que motiva a sua empresa a abraçar os desafios i4.0?

(Selecione as opções com que mais se identifica)

Q1.6* - Que objetivos pretende atingir com a adoção dos conceitos i4.0?

(Selecione as opções com que mais se identifica)

Q1.7* - Tipifique atividades i4.0 planeadas/em curso/implementadas na sua empresa.

Não Planeada Planeada Em curso Implementada Não relevante
Digitalização de processos com a implementação de sistemas de informação
Integração entre sistemas e/ou equipamentos com recurso ao IoT (Internet das coisas)
Implementação de sistemas que permitam o controlo eficiente dos processos, produtos e serviços e a análise do desempenho em tempo real
Contratação de técnicos essenciais para a transformação digital
Reconversão de técnicos para dar resposta à transformação digital

** A proteção da privacidade e dos dados pessoais constitui um compromisso fundamental do ISQ, para com o titular de dados pessoais que utiliza as plataformas digitais e os serviços ISQ. Com a aplicação do novo Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (RGPD), a partir de 25 de maio de 2018, O ISQ vem manifestar que se mantém fortemente empenhado e comprometido na proteção da privacidade e dos dados pessoais do respetivo titular que utiliza as plataformas digitais e os serviços ISQ e procede, nessa medida, à atualização da sua Política de Privacidade, em conformidade com todos os princípios e normas da proteção de dados que sustentam o RGPD. Procuramos explicar que dados pessoais recolhemos, para que finalidades os podemos usar, como os tratamos, com quem os partilhamos, durante quanto tempo os conservamos, bem como as formas de entrar em contacto connosco e de exercer os seus direitos. O ISQ sugere e convida à consulta das páginas dedicadas à privacidade e à proteção dos dados pessoais, cujas atualizações serão disponibilizadas nas plataformas digitais ISQ. http://www.isq.pt/politica-de-privacidade/

sim4.isq.pt shift4.isq.pt iapmei.pt

Página 2 de 8

ESTRATÉGIA E ORGANIZAÇÃO

O conceito i4.0 vai muito além da melhoria de produtos, bens, serviços e processos por via da transformação digital. Na realidade, oferece a oportunidade de se desenvolverem novos modelos de negócio, razão pela qual, a sua implementação tem uma importância estratégica.

Q2.1* - Como descreve o nível de implementação da estratégia i4.0 na sua empresa?

Q2.2* - Existem indicadores para monitorizar o estado de implementação da estratégia i4.0?

Q2.3* - Que tecnologias utiliza na sua empresa?

Q2.4* - Em que áreas da empresa, existiu investimento em i4.0 nos últimos 2 anos?

Investimento anual Grande: >3% do volume de negócios; Médio: >1 e <3% do volume de negócios; Pequeno: <1% do volume de negócios

GrandeInvestimento anual Grande: >3% do volume de negócios
MédioInvestimento anual Médio: >1% do volume de negócios
PequenoInvestimento anual Pequeno: <1% do volume de negócios
Nenhum
Investigação & Desenvolvimento
Produção/Fabricação
Compras
Vendas
Serviços
TI

Q2.5* - Em que áreas da empresa está planeado investir em i4.0 nos próximos 5 anos?

Investimento anual Grande: >3% do volume de negócios; Médio: >1 e <3% do volume de negócios; Pequeno: <1% do volume de negócios

GrandeInvestimento anual Grande: >3% do volume de negócios
MédioInvestimento anual Médio: >1% do volume de negócios
PequenoInvestimento anual Pequeno: <1% do volume de negócios
Nenhum
Investigação & Desenvolvimento
Produção/Fabricação
Compras
Vendas
Serviços
TI

Q2.6* - Em que áreas da empresa existe uma gestão sistemática da tecnologia e inovação?

sim4.isq.pt shift4.isq.pt iapmei.pt

Página 3 de 8

FÁBRICA INTELIGENTE

Uma fábrica inteligente é um ambiente no qual os sistemas de produção e logísticos têm a capacidade de, em grande parte, se auto organizarem sem intervenção humana. Este modelo é baseado na conexão dos sistemas ciberfísicos (CPS) à infraestrutura tecnológica da fábrica através da Internet das Coisas (IoT). A par dos sistemas físicos o conceito i4.0 envolve também a modelação digital através da recolha, armazenagem e tratamento inteligente de dados. Desta forma, o conceito de fábrica inteligente assegura que a informação é fornecida e os recursos são utilizados de forma mais eficiente. Isto requer uma colaboração através da empresa, em tempo real, entre os sistemas de produção, os sistemas de informação e as pessoas.

Q3.1* - Como avalia as funcionalidades da infraestrutura de equipamento da sua empresa?

Não disponível Disponível para alguns equipamentos Totalmente disponível
Máquinas e sistemas podem ser controlados através de TI
M2M: Comunicações Máquina para Máquina
Interoperabilidade: possível a integração e colaboração com outras máquinas/sistemas

Q3.2* - Como avalia a adaptabilidade das funcionalidades existentes na infraestrutura da sua empresa?

Não relevante Relevante, mas não atualizável Relevante e com capacidade de atualização Elevada, pois a funcionalidade já está disponível
M2M: Comunicações Máquina para Máquina
Interoperabilidade: possível a integração e colaboração com outras máquinas/sistemas

Q3.3* - A digitalização de fábricas torna possível criar um modelo digital da fábrica. A sua empresa já recolhe dados das máquinas e dos processos durante a produção?

Em relação às máquinas considere apenas as que possuem a capacidade de comunicação.

Q3.3.1* - De que forma realiza a recolha de dados?

Q3.3.2* - Qual a utilização que faz dos dados recolhidos?

Q3.4* - Quais dos seguintes sistemas utiliza?

Q3.4.1* - Dos sistemas que utiliza, quais possuem alguma interface com o sistema central de armazenamento e tratamento de dados?

K0 - Fábrica inteligente

sim4.isq.pt shift4.isq.pt iapmei.pt

Página 4 de 8

OPERAÇÕES INTELIGENTES

Uma das marcas da i4.0 é a integração dos mundos físico e digital na empresa e entre empresas na sua cadeia de abastecimento. O advento da digitalização e a infinidade de dados disponíveis tornou possível novas formas e abordagens de gestão dos Sistemas de Planeamento da Produção (PPS) e das Cadeias de Valor (SCM), aportando eficiência e conhecimento às operações.

Q4.1* - Que informação interna, partilhada entre departamentos, está integrada no sistema central?

Q4.2* - Que informação partilhada com o exterior, clientes e/ou fornecedores, está integrada no sistema central?

Q4.3* - A sua empresa tem já experiência de casos de controlo autónomo de produtos através da cadeia de produção?

Q4.4* - Na sua empresa existem processos de produção que consigam responder autonomamente, em tempo real, a mudanças nas condições de produção?

Q4.5* - Como está organizada a área das Tecnologias de Informação (TI) na sua empresa?

Q4.6* - Qual o estado das suas soluções de segurança TI?

Solução implementada Solução em desenvolvimento Solução planeada Solução não planeada
Segurança no armazenamento interno de dados
Segurança dos dados através de serviços em nuvem
Segurança das comunicações para troca interna de dados
Segurança das comunicações para troca de dados com parceiros de negócio

Q4.7* - Já utiliza serviços em nuvem?

Sim Não, mas estamos a planear Não
Software baseado em nuvem
Para análise de dados
Para armazenagem de dados
sim4.isq.pt shift4.isq.pt iapmei.pt

Página 5 de 8

PRODUTOS INTELIGENTES

Os produtos inteligentes são uma componente vital do conceito “fábrica inteligente” facilitando uma produção automática, flexível e eficiente. Estes produtos físicos estão equipados com componentes TIC (sensores, RFID, interfaces de comunicação, etc.) para recolha de dados do seu estado e de eficiências das operações que percorram. Torna-se também possível monitorar e otimizar a condição dos produtos individuais. Isto tem aplicações potenciais para além da produção. O uso de produtos inteligentes durante a fase de utilização, torna possível novos serviços – através de comunicação entre clientes e fabricantes, por exemplo.

Q5.1* - Indique os produtos da sua empresa que já vêm equipados com funcionalidades baseadas em tecnologia de informação e comunicação (TIC), abaixo descritas.

Q5.2* - Os dados recolhidos na fase de utilização são analisados?

Q5.3* - No caso de analisar os dados, com que fim o faz?

K0 - Produtos inteligentes

sim4.isq.pt shift4.isq.pt iapmei.pt

Página 6 de 8

SERVIÇOS BASEADOS EM DADOS

O objetivo dos serviços baseados em dados é o de alinhar os futuros modelos de negócio e melhorar o benefício para o cliente. Os serviços após venda serão cada vez mais baseados na avaliação e análise dos dados recolhidos e apoiar-se-ão na integração de dados através de toda a empresa. Os produtos devem ser suportados por sistemas TI de forma a poderem enviar, receber ou processar a informação necessária aos processos operacionais. Isto é a base para serviços digitalizados durante a fase de utilização dos produtos.

Q6.1* - Os dados de processo recolhidos nas fases de produção e de utilização permitem novos serviços. Oferece tais serviços?

Q6.2* - Qual a importância dos serviços baseados em dados nas receitas da empresa?

Q6.3* - Qual o nível de utilização dos dados recolhidos?

sim4.isq.pt shift4.isq.pt iapmei.pt

Página 7 de 8

RECURSOS HUMANOS

As pessoas são a força motriz da transformação digital e são as mais afetados por este processo de mudança. O seu ambiente de trabalho direto é alterado, obrigando-as a adquirir novas competências e qualificações. Por isso, é cada vez mais crítico que as empresas preparem as pessoas para estas mudanças através de programas adequados de formação.

Q7.1* - Como avalia as competências dos seus recursos humanos quanto aos requisitos i4.0?

Não relevante Não existentes Existentes, mas inadequadas Adequadas
Infraestrutura TI
Automação
Análise de dados
Segurança de dados/ segurança das comunicações
Desenvolvimento ou aplicação de sistemas de apoio
Software colaborativo
Competências não técnicas tais como pensamento sistémico e entendimento do processo

Q7.2* - Está a desenvolver esforços na aquisição das competências em falta?

Através de ações de formação, seminários, transferência de conhecimento, coaching, etc.

sim4.isq.pt shift4.isq.pt iapmei.pt

Página 8 de 8

GRUPOS DE COMPARAÇÃO

Com que empresas gostaria de comparar a sua empresa, relativamente aos conceitos i4.0 e que critérios de comparação considera mais adequados?

Q8.1* - Escolha o grupo de comparação

Q8.2* - Indique como classifica a sua empresa, por setor económico, de forma a tornar possível, mais tarde, diferenciar os resultados

Q8.3* - Em que país está instalada a sua empresa?

Q8.3.1* - Em que região de nível 3 da Nomenclatura das Unidades Territoriais para Fins Estatísticos (NUTS) se encontra a sua empresa?

Q8.4 - A sua empresa é membro de que associações empresariais, industriais ou clusters?

Q8.5* - Deseja ser contactado para efectuar uma análise mais detalhada relativa à maturidade tecnológica da sua empresa?

sim4.isq.pt shift4.isq.pt iapmei.pt

Resultado da avaliação do inquérito relativo à Maturidade i4.0

Obrigado por ter participado neste estudo de avaliação da maturidade i4.0 das empresas portuguesas. Os resultados do inquérito de autoavaliação são apresentados seguidamente.

Avaliação Global

A sua empresa, na avaliação global, está no nível X. Nas 6 dimensões analisadas, os níveis de maturidade i4.0 são os seguintes:

 • Estratégia e Organização: nível X

 • Fábrica Inteligente: nível X

 • Operações Inteligentes: nível X

 • Produtos Inteligentes: nível X

 • Serviços Baseados em Dados: nível X

 • Recursos Humanos: nível X

shift4.isq.pt

Avaliação global (ponderada): X com nível X

Avaliação por Temas

Na avaliação dos temas, de cada dimensão, obteve as seguintes classificações:

Dimensão Tema Classificação
Estratégia & Organização Estratégia X

Investimentos X

Gestão da Inovação X

Fábrica Inteligente Infraestrutura de equipamento X

Modelos Digitais X

Dados X

Sistemas TI X

Operações Inteligentes Partilha de Informação X

Processos autónomos X

Segurança TI X

Cloud X

Produtos Inteligentes Funcionalidades TIC X

Análise de Dados X

Serviços Baseados em dados Serviços Baseados em Dados X

Fonte de Receita X

Nível de Utilização X
Recursos Humanos Competências Existentes X

Aquisição de Competências X

Defina os objetivos que pretende alcançar num horizonte temporal de 5 anos e a ferramenta SHIFT 4.0® (SHIFT to 4.0) irá propor ações para melhorar o seu nível de maturidade i4.0.

Qual a classificação que deseja alcançar, num horizonte temporal de 5 anos?
Estratégia e Organização: ( nível actual X)
Fábrica Inteligente: ( nível actual X)
Operações Inteligentes: ( nível actual X)
Produtos Inteligentes: ( nível actual X)
Serviços Baseados em Dados: ( nível actual X)
Recursos Humanos: ( nível actual X)
sim4.isq.pt shift4.isq.pt iapmei.pt


Juntamos algumas recomendações que poderá por em prática para melhorar o seu nível de maturidade i4.0 e atingir o nível ambicionado num horizonte temporal de 5 anos.

shift4.isq.pt